Como entender as classificações do whisky? - New Juice Bebidas
6371
post-template-default,single,single-post,postid-6371,single-format-standard,mkd-core-1.0.3,woocommerce-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,onyx child-child-ver-1.0.0,onyx-ver-2.2, vertical_menu_with_scroll,smooth_scroll,woocommerce_installed,wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.2,vc_responsive

Como entender as classificações do whisky?

Bebida muito conhecida em todo o planeta, de origem escocesa, o whisky é um destilado produzido à base de cereais, tendo em sua composição cevada. Passa por um processo de envelhecimento em barril e sua graduação alcoólica é alta e pode variar entre 38 a 54%.

Existem quatro critérios que precisam ser levados em consideração: o grão utilizado, o processo de produção, o local onde o whisky foi produzido e por quanto tempo ele foi maturado.

O whisky escocês, deve obrigatoriamente ser produzido com grãos maltados envelhecidos em barris de carvalho por no mínimo três anos. No entanto, para levar esse rótulo, além do processo de fabricação rigoroso, ele deve ser produzido integralmente na Escócia. Por isso, os escoceses denominaram que o termo Scotch só deve ser utilizado para os whiskys desenvolvidos por eles. Atualmente os Scotchs possuem cinco classificações.

  1. Single Malt, que é 100% destilado de malte de um único grão e produzido sempre pela mesma destilaria.
  2. Blended Malt, indica que diferentes maltes estão combinamos na mesma garrafa.
  3. Blended Scotch, é a classificação usada para definir a bebida composta por diferentes grãos (não maltados), provenientes de diferentes destilarias, o que torna a bebida mais leve.
  4. Single Grain é o produto de uma única destilaria, mas que diferentemente de um Single Malt, permite que em sua composição tenham grãos não maltados, mas desde que sejam destilados em uma única destilaria.
  5. Blended Grain, utilizam diversos tipos de grãos como, trigo, milho e centeio e misturam também outros whiskys na sua composição e passam por muitas destilarias.

Na Irlanda, o Pure pot é feito a partir de uma combinação de cevada maltada e não maltada, são triplamente destilados, tornando-os mais suaves e envelhecidos pelo menos por três anos em barris de madeira.

Já nos EUA existem o Bourbon whisky que contém 51% de milho, o Rye whisky, menos 51% de centeio, o Corn whisky com pelo menos 80% de milho e o Straight whisky com 51% de grãos não inespecífico. São envelhecidos por no mínimo 4 anos em barris virgens.

Uma vez envazado em garrafa de vidro, o processo de envelhecimento é interrompido.